Se você, como eu, gosta de ter algumas informações a respeito de meu sistema disponíveis rapidamente na tela, conheça o Conky, um monitor leve para desktop Linux.

Sempre procurando pelos famosos gadgets e widgets, me deparei com o projeto Screenlets, de uso comum pelos usuários do Gnome. Porém, após utilizá-lo por algumas semanas, não fiquei satisfeito com as possíveis configurações ofertadas e com a quantidade de recursos de CPU e memória usados.

Pesquisando encontrei o Conky, que atendeu muito bem ao que eu precisava para monitorar meu sistema Linux Ubuntu, e depois Mint.

Neste artigo apresento uma visão geral sobre ele das configurações que utilizo em meu computador.

O que é Conky para Linux

Conky é um monitor de sistema, muito leve, para ser utilizado em desktops com o servidor X, em sistemas Linux como Ubuntu, Debian, Mint, RedHat, Mandriva, etc.

É distribuído sob licença GPL, podendo rodar em Linux e BSD. A versão 1.12.2 é a última versão estável disponível na época em que este artigo foi escrito.

O repositório do projeto é acessado em https://github.com/brndnmtthws/conky.

Características

Possui mais de 300 objetos disponíveis e prontos para utilização, incluindo suporte para:

  • mostrar a informação como texto ou usando barras de progresso simples e widgets gráficos com diferentes cores e fontes
  • uma grande quantidade de informações de status do SO (uname, uptime, uso da CPU, uso da memória, uso do disco, status dos processos “top”, monitoramento da rede, entre outros)
  • suporte interno para IMAP e POP3
  • suporte interno para vários players de música (MPD, XMMS2, BMPx, Audacious)
  • pode ser estendido usando o suporte interno para LUA, ou qualquer um dos seus scripts e programas
  • Funciona em Linux, FreeBSD, OpenBSD, DragonFlyBSD, NetBSD, Solaris, Haiku e macOS!
  • Imagem do Docker disponível para amd64, armv7 e aarch64 (também conhecido como armv8)

e muito mais ….

Como instalar Conky

Como é um aplicativo muito popular nas distribuições Linux, é fácil de instalar usando os repositórios oficiais:

Arch Linux

$ pacman -S conky
# query aur database
$ yay -Ss conky

Fedora

$ sudo dnf install conky

FreeBSD

# Conky is in ports in `sysutils/conky`.
$ cd /usr/ports/sysutils/conky
$ make install clean
# Alternatively, install the binary package.
$ pkg install conky

Gentoo Linux

$ emerge conky

Debian / Ubuntu

$ sudo apt-get install conky-all

NixOS

$ nix-env -i conky

Compilando o código-fonte

O Conky usa cmake em vez de autotools, o que significa que você não precisará mais do autoconf e do automake, mas precisará do cmake.

Você precisará dos seguintes pacotes de desenvolvimento se mantiver a configuração cmake padrão: apt-get install cmake libimlib2-dev libncurses5-dev libx11-dev libxdamage-dev libxft-dev libxinerama-dev libxml2-dev libxext-dev libcurl4-openssl-dev liblua5.3-dev.

Observe que sua versão do cmake deve suportar C ++ 17, o que significa que deve ser> = 3.8. Observe também que o pacote libcurl4-*-dev específico que será necessário dependerá de qual tipo de libcurl você instalou (openssl é o padrão).

Para macOS, você pode obter as bibliotecas necessárias usando esses comandos.

A compilação do Conky dever ser feita com estes comandos:

$ mkdir build
$ cd build
$ cmake ..
# isso vai lançar uma IU baseada em curses, onde você pode configurar
# tudo, quando estiver pronto, você pode construir como de costume:
$ make  # Isso irá compilar o Conky no subdiretório `src`
$ make install

Em vez de executar o ccmake .. você também pode executar o cmake .. que apenas assumirá os valores padrão para tudo.

BUILD_FLAGS

$ cmake -L | grep "^BUILD" | sed -e "s/:BOOL//" | column -t -s "="
BUILD_APCUPSD         ON
BUILD_ARGB            ON
BUILD_AUDACIOUS       OFF
BUILD_BMPX            OFF
BUILD_BUILTIN_CONFIG  ON
BUILD_CMUS            ON
BUILD_CURL            OFF
BUILD_EVE             ON
BUILD_HDDTEMP         ON
BUILD_HTTP            OFF
BUILD_I18N            ON
BUILD_IBM             ON
BUILD_ICAL            OFF
BUILD_ICONV           OFF
BUILD_IMLIB2          ON
BUILD_IOSTATS         ON
BUILD_IPV6            ON
BUILD_IRC             OFF
BUILD_JOURNAL         OFF
BUILD_LUA_CAIRO       OFF
BUILD_LUA_IMLIB2      OFF
BUILD_LUA_RSVG        OFF
BUILD_MATH            ON
BUILD_MOC             ON
BUILD_MPD             ON
BUILD_MYSQL           OFF
BUILD_NCURSES         ON
BUILD_NVIDIA          OFF
BUILD_OLD_CONFIG      ON
BUILD_PORT_MONITORS   ON
BUILD_PULSEAUDIO      OFF
BUILD_RSS             OFF
BUILD_WEATHER_METAR   ON
BUILD_WLAN            OFF
BUILD_X11             ON
BUILD_XDAMAGE         ON
BUILD_XDBE            ON
BUILD_XFT             ON
BUILD_XINERAMA        ON
BUILD_XMMS2           OFF
BUILD_XSHAPE          ON

Algumas variáveis exigirão que os sinalizadores de construção sejam habilitados. Você pode baixar o código-fonte e compilar com sinalizadores habilitados. Você pode pedir ao mantenedor para habilitá-los para versões futuras do Conky.

Iniciando na sessão

Para iniciar o Conky no início da sessão de usuário, no Ubuntu ou Mint, acesse o menu: Sistema -> Preferências -> Aplicativos de Sessão.

Na janela que se abre você verá a lista de aplicativos que são carregados no início da sessão, para adicioná-lo clique em Adicionar e preencha os campos. 

Por padrão inicia-se o aplicativo apenas com seu nome:

$ conky

Porém no exemplo, pode ser passada a opção pause com valor 30

$ conky --pause=30

Esta opção é usada para que o início da execução ocorra com um atraso de X segundos, neste caso 30.

Isto é interessante por quê se o início do aplicativo ocorre diretamente no carregamento da sessão, a sua janela não é mostrada nem o seu processo é criado em daemon.

No meu caso o tempo de 30 seg é suficiente para que todos os processos necessários subam antes do Conky e ele inicie como esperado, caso seu computador precise de mais tempo ou não precise de tanto, basta alterar o valor.

Como configurar o Conky manualmente

Para alterar a aparência da Conky em sua área de trabalho, você pode editar o arquivo de configuração do sistema no local:

/etc/conky/conky.conf

Uma abordagem mais segura é criar um arquivo de configuração Conky específico do usuário no diretório inicial:

 ~/.conkyrc

Você pode usar o /etc/conky/conky.conf como um modelo para sua configuração específica do usuário copiando seu conteúdo.

cp /etc/conky/conky.conf ~/.conkyrc

A partir deste arquivo você pode efetuar as configurações manualmente.

Temas Conky

Para não ter de configurar tudo sozinho, você pode utilizar ou partir de tema existente. Os temas do Conky ajudam você a personalizar totalmente a aparência do software Conky.

Existem muitos temas Conky disponíveis gratuitamente na Internet. E descobrir qual tema ficará melhor em sua área de trabalho é uma tarefa inicial um pouco demorada. Por isso apresento uma lista dos 5 melhores temas Conky para seu desktop Linux que você pode instalar agora para tornar seu Conky mais atraente e exclusivo.

1.Conky Orange

Linux Conky Orange tema

Conky Orange é uma variante de uma das séries temáticas mais populares da Conky. Existem diferentes outras variantes deste tema do mesmo autor, como Conky Red, Conky Gray, etc. Os elementos deste tema são modernos e elegantes.

Ele mostra diferentes parâmetros do sistema no visualizador semelhante a um mostrador de relógio redondo.

Relógio, calendário, estado da CPU, uso de memória, atividade de rede, etc., podem ser mostrados com este tema.

Sua cor de base é cinza, embora use um tom de laranja para destacar os pontos principais. Os usuários podem personalizar os anéis do visualizador editando os scripts LUA e Conky.

2. Conky Chronograph Station

Como o nome sugere, ele segue uma linguagem de design no estilo cronógrafo para exibir diferentes parâmetros do status do sistema.

O belo visualizador da Conky Chronograph Station se parece com um moderno relógio cronógrafo suíço. Mostra a hora, data, atividade da CPU, uso da memória, temperatura e outros aspectos do sistema dentro do mostrador do relógio.

Cada parâmetro tem seu medidor com mostrador. Ele pode até mesmo mostrar as atualizações meteorológicas do AccuWeather com belos elementos gráficos. Os objetos transparentes com um tom branco ficam lindos em qualquer ambiente de trabalho.

3. Conky Colors

Linux Conky Color tema

Conky Colors é um belo tema Conky com uma interface de usuário moderna. Você pode configurar diferentes tons coloridos para combinar com seu papel de parede. O tema branco padrão tem um visual muito elegante.

A principal característica deste tema é a utilização de diferentes ícones contextuais. O conjunto de ícones atualizados será mostrado com parâmetros como música, localização de IP, calendário, etc.

Possui medidores de relógio para mostrar o status do processador, uso de memória, uso de disco e diferentes informações de status.

Este script Conky suporta muitos idiomas europeus, incluindo alemão, polonês, russo, espanhol e ucraniano. Assim, qualquer pessoa sem saber inglês pode modificar o script e personalizá-lo de acordo.

4. Future Blue Conky

Future Blue Conky tema

Este é um tema muito antigo para Conky. Foi atualizado pela última vez em 2010.

Mas este Conky parece tão legal e funcional que não pude deixar de incluí-lo na lista. Este tema tem um aspecto futurista pintado sobre ele.

Ao instalá-lo em sua área de trabalho, você terá a sensação de trabalhar em uma tecnologia Alien, exatamente como vê em alguns filmes de ficção científica de Hollywood.

Os elementos visuais têm um tom refrescante de azul gelo. A face da fonte é estilizada para que possa se misturar facilmente com o design geral.

Este Conky ainda oferece suporte ao reprodutor de mídia Exaile para exibir informações da música. Os desenvolvedores planejavam trazer outro suporte para reprodutores de mídia, mas o projeto foi descontinuado.

Porém, este tema é tão completo e estável que você não precisa se preocupar com o suporte do desenvolvedor.

5. AutomatiK

Automatick Conky tema

AutomatiK é um tema Conky que você não precisa configurar abrindo o arquivo de script Conky. Este tema verifica automaticamente os componentes de hardware do seu computador e configura o Conky de acordo.

Tudo acontece automaticamente, e essa é a sua principal característica. Ele oferece suporte a diferentes idiomas, incluindo japonês, francês, italiano, alemão, português, etc., e traduz os componentes Conky em seu idioma quando você precisar deles.

Este Conky pode varrer sua distro Linux, velocidade da CPU, número de núcleos, tipo de GPU, drives montados e várias outras coisas.

Se você clicar pressionando a tecla Alt, poderá mover facilmente os widgets pela área de trabalho.

Ele fornece suporte a GPU AMD e Nvidia e tem diferentes componentes visuais bonitos para escolher.

Google Integrated System Conky

Google Integrated System Conkt Tema

Este tema possui uma longa lista de funcionalidades. Os elementos gráficos e a interface geral do usuário são muito arrojados e bonitos.

O principal aspecto deste tema é a integração de alguns serviços do Google. Ele pode mostrar os próximos eventos do seu Google Agenda. Você também pode gerenciar sua lista de tarefas criada com outro aplicativo popular, o Google Keep, diretamente em sua área de trabalho.

A integração com RSS feed é um recurso bônus, mas é útil. A configuração geral é organizada de forma que você possa facilmente dar uma olhada em sua próxima agenda logo depois de se conectar ao desktop Linux.

Os status do sistema como hora, data, carga da CPU, uso de memória, etc., também estão disponíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *